Este espaço publicitário pode ser seu
Primeira página  |   Publicite connosco  |   Favoritos  |   Classificados  |   Estatuto Editorial  |  Login  | Registo Domingo, 22 de Outubro de 2017
Actualidade Política Concelho Cultura Desporto Entrevista Participe Nós
 

Assembleia Municipal cheia de casos
Juntas PSD dão 'nega' ao líder e Marinho 'derrota' Domingos Pereira

Juntas PSD evitam crise no Orçamento da Câmara aprovando a Derrama, contrariando o sentido de voto indicado por Domingos Araújo. Domingos Pereira não quis dar a palavra a Marinho, mas o plenário, acompanhado por alguns socialistas, não concordou.

Depois de não ter conseguido que as Juntas PSD seguissem a sua orientação de voto na questão da pronúncia da Assembleia Municipal sobre a reforma das freguesias, Domingos Araújo voltou a não conseguir convencer a própria bancada que aprovou a proposta da Câmara relativa à Derrama para 2013. Domingos Pereira, antes da votação, avisou os autarcas que a receita deste imposto era fundamental para a concretização do Orçamento para 2013, lembrando as obras que estão prometidas para as freguesias, e essa argumentação parece ter sido mais convincente do que a disciplina de voto.

Mas o ambiente na Assembleia Municipal de sexta-feira aqueceu antes, com Manuel Marinho a pedir a palavra para responder às acusações do vice-presidente da Câmara, durante a apresentação do documento. Domingos Pereira, que estava como presidente em exercício devido à ausência de Costa Gomes, seguiu as pisadas do presidente e votou a dizer que não dava a palavra ao vereador independente, porque, segundo o socialista, tal seria subverter a democracia. Costa Araújo levou a questão à votação do plenário, contra a vontade da maioria da bancada PS, mas esta acabou por ser aprovada, com 3 votos contra dos socialistas, entre eles Manuel Mota, cada vez mais afastado do PS de Domingos Pereira.

BE vai sozinho a eleições

Outro dos factos da noite foi o anúncio de José Maria Cardoso que teve necessidade de esclarecer, de vez, as dúvidas relativamente a uma eventual aproximação ao PS. O BE, que votou contra o Orçamento, vai mesmo sozinho às eleições autárquicas de 2013.

Leia a notícia na íntegra na edição impressa de 6 de Dezembro.

Autor: Pedro Granja
Sábado, 01 de Dezembro de 2012 - 15:04:51

Notícias relacionadas
Comentar  |   Imprimir  |   Voltar...
COMENTÁRIOS
De: Manuel Moreira em Sábado, 01 de Dezembro de 2012 às 15:04:51

Tenho pena que o camarada domingos pereira tenha ganhos tiques autoritários e fascizantes. Devia lembrar-se que até o Fernando Reis, quando o Horácio Barra quis intervir, sempre o autorizou. Mas já todos perceberam que a democracia de Domingos Pereira e do seu filho político, Costa Gomes, é uma democracia de "caca", só quando lhes convém. Uma vergonha, é o que estes tipos são, e ainda por cima falam de cidadania, Infelizmente tenho de concordar com a oposição; elegemos uns imbecis vaidosos!

De: José Rodrigues em Sábado, 01 de Dezembro de 2012 às 15:04:51

Deviam perguntar ao Domingos Pereira - o maior cacique de Barcelos, nas palavras do ex-presidente do PS. porque é que invocou o interesse municipal num despacho para meter a namorada do sobrinho do presidente da Câmara, uma tal de Sónia - que por mera ACASO, é da comissão política do PS - para a meter, dizia eu, como funcionária da Câmara. perguntem-lhe, que filho da puta da interesse municipal é esse. Esse tipo é do mais cínico que existe.

De: Anónimo em Sábado, 01 de Dezembro de 2012 às 15:04:51

As juntas venderam-se logo no primeiro dia, os gajos só querem mama

De: Anónimo em Sábado, 01 de Dezembro de 2012 às 15:04:51

A CDU é que foi o grande caso da assembleia quando disse que o PS vai deixar a câmara pior do que a encontrou, falida

De: Sónia em Sábado, 01 de Dezembro de 2012 às 15:04:51

O PS é diferente dos outros partidos.
Há liberdade de pensamento.
Só nas ditaduras é que pensam todos da mesma maneira, ou seja, não pensam

De: Anónimo em Sábado, 01 de Dezembro de 2012 às 15:04:51

As juntas do PSD já se venderam todas.
os presidentes de junta estão sempre do lado de quem está no poder, o azar é quando muda

De: Serra em Sábado, 01 de Dezembro de 2012 às 15:04:51

O Marinho derreteu o Domingos Pastilhas quando lhe disse que o PS cometeu a ilegalidade de violar o PDM no centro escolar de Gilmonde, mas o Pastilhas não tem vergonha na cara e mente com toda a convicção, como o comprovou a presidente da junta de Carvalhal e o homem ficou mudo.
Chamou-lhe mentiroso e o Homem parecia que tinha pulgas na cadeira, mas engoliu em seco

De:em Sábado, 01 de Dezembro de 2012 às 15:04:51

Mais de uma dúzia de deputados do PS nem sequer votaram. Basta ver a diferença de votos dos membros do PS nessa votação e na outra.
A bancada estava revoltada porque Domingos Pereira fez o mesmo que Fernando Reis fez aos vereadores do PS na oposição

De: Jota em Sábado, 01 de Dezembro de 2012 às 15:04:51

O marinho nem falar sabe

De: Anónimo em Sábado, 01 de Dezembro de 2012 às 15:04:51

Dominós Pereira é uma anedota.
Então cumprir a lei é subverter a democracia!? Não será exatamente o contrário!?
Levaram a câmara à falência.
Roubam a torto e a direito (modelo, centros escolares, empresas municipais e PDM)
e dá ar de virgem ofendida.
Compraram o Jornal de Barcelos, a Rádio Cávado e tentaram comprar o verde, mas ainda há gente séria por aí
Comentar  |   Imprimir  |   Voltar...
« Anterior 1 2 4 Seguinte »
 
 
Termos de utilização  |  Política de privacidade  |  Contactos | Informação institucional - Lei da transparência