Este espaço publicitário pode ser seu
Primeira página  |   Publicite connosco  |   Favoritos  |   Classificados  |   Estatuto Editorial  |  Login  | Registo Domingo, 18 de Novembro de 2018
Actualidade Política Concelho Cultura Desporto Entrevista Participe Nós
 

Tribunal não deu nenhum facto como provado
Fernando Reis absolvido no julgamento da água

Danos para o Município relaccionados com factores externos à acção de Reis, entre eles decisões e campanhas políticas contra a viabilidade da concessão.

O Tribunal absolveu o ex-presidente da Câmara de Barcelos, Fernando Reis, e os restantes três arguidos, do julgamento da entrega da concessão da rede pública de água e saneamento a privados.

Leia o artigo na íntegra na edição impressa, já nas bancas, ou na edição em PDF http://www.barcelos-popular.pt/assinantes.

Autor: Pedro Granja
Quarta-feira, 31 de Outubro de 2018 - 12:10:10

Notícias relacionadas
Comentar  |   Imprimir  |   Voltar...
COMENTÁRIOS
De: Jose Silva em Segunda-feira, 05 de Novembro de 2018 às 12:10:10

Que grande derrota para esta camara que se diz socialista. Em breve temos o costa Gomes e seus muchachos atras das grades.

De: jose Pedro em Segunda-feira, 05 de Novembro de 2018 às 12:10:10

Eu gostava de saber do Sr. Manuel Silva que milhões é que supostamente o Reis roubou?
É que pelo que tenho lido na comunicação social ficou provado que não roubou nada. Caso contrário teria sido condenado, o que não aconteceu. Se houvesse mais honestidade intelectual e não só o País e o concelho estariam melhor.

De: manuel silva silva em Sexta-feira, 02 de Novembro de 2018 às 12:10:10

concordava com esta sentença se: devolver os milhões que ele sacou aos bercelenses! foi um autentico holaucasto as ameaças do tribunal a todos habitantes do concelho.
este negócio,faz lembrar quando facilitou os barcelenses de legalizar as casa construídas elegalmente! depois de muita gente gastar dinheiro em projetos e outros documentos,comunicou que este perdão não se aplicava todas as obras!
não posso aceitar e considero um negócio ruinoso pela seguinte razão: um contrato de água e saneamento custava na data,1.800 euros! em Famalicão o mesmo contrato custava 74 euros e era feito na juntas freguesia e sabem porquê? a união europeia mandou fundos para aplicar nas obras de saneamento onde em barcelos,segundo consta...foi-se

De: Anónimo em Quarta-feira, 31 de Outubro de 2018 às 12:10:10

Quando a Câmara era gerida por Fernando Reis, a verdade é que fomentou o interesse privado no abastecimento da água, e criou condições de "protecção" aos interesses da concessão.

Em conclusão favoreceu que os privados assumissem uma postura de tirania e de arrogância sobre a população no geral, criando um clima de intimidação. Na realidade o objectivo final era o negocio e não ajudar as pessoas numa óptica assertiva. O actual paradigma em Portugal continua a ser a ganancia em em vez se fomentar o bem estar generalizado e o respeito humano.
Comentar  |   Imprimir  |   Voltar...
 
 
Termos de utilização  |  Política de privacidade  |  Contactos | Informação institucional - Lei da transparência