Este espaço publicitário pode ser seu
Primeira página  |   Publicite connosco  |   Favoritos  |   Classificados  |   Estatuto Editorial  |  Login  | Registo Quarta-feira, 24 de Outubro de 2018
Actualidade Política Concelho Cultura Desporto Entrevista Participe Nós
 

Tamel Sta. Leocádia
Terra de moinhos

A verdejante freguesia de Tamel Sta. Leocádia surge "escondida" no extremo poente do vale fértil entre o monte da Silva e o Alto da Corujeira, donde se avista o mar e Braga.

Fica a 4km a norte de Barcelos e confronta com Silva, Feitos, Fragoso, Vilar do Monte, Abade de Neiva e Carapeços. A indústria de moagem, anterior centro de vida social, persiste nos 15 moinhos hídricos: dez no Sobrado, três no rio Velho, um no de S. Tomé e as ruínas do moinho de vento na Buraca. Ainda labora a valência do Diogo, Lixo, Domingos Mateus e Sobrado. Os ribeiros Velho e Seara desaguam no rio Tamel.

Dentre as principais casas elenca-se as da Penha Longa, Rego, Tarrio, Diogo, Sobrado e Baptista, algumas com fontanários artísticos. Nas fontes públicas contava-se há poucos anos as da Marquesa, Tamanqueiro, Leirós, Cancela Velha, Manhente, Souto do Sobrado, Fonte Grande, Paúlos, Reibom, Junqueira, Cerejeiro, Tarrio, Caganita e Farrapão. A maioria ainda jorra.

Nome data do ano 990
É a freguesia do vale de Tamel com documentos escritos mais antigos a legitimar o seu topónimo, mais de um século antes da vizinhança. No Censual de D. Pedro (1070-93), primeiro Bispo de Braga, já aparecia como De Sancta Leocádia de Tamial. São Fins era De Sancto Felice, Couto chamava-se De Sancto Jacobi de Asinas, Vila Boa era De Sancto Johanne de Villa Bona e S. Veríssimo denominava-se De Sancto Vereiximo. Pinho Leal, no livro "Portugal Antigo e Moderno" (1880), recua o topónimo da povoação a pelo menos 1028 (990 da era cristã), evocando S. Tamel, martirizado no império de Adriano (117-38).

Aparecia nas Inquirições de D. Afonso II (1220) como De Santa Leocádia de Tamial, da Terra de Neiva, mas não sendo Regenga. Pertença da Casa de Bragança, tinha nas Inquirições iniciais cinco casais da Ordem dos Templários e dois da Ordem do Hospital. Foi vigararia do Convento das Beneditinas de Santa Ana de Viana, achando-se marcos divisórios "S.B." (São Bento). A igreja foi algumas décadas anexa à de Salvador do Campo. Em 1983, seria de novo ampliada e restaurada (mantém atrás a bela capela-mor românica). Em Maio há as festas da Sra. do Rosário e S. Sebastião.

Belo museu ao ar livre
Ao lado fica o salão paroquial, que reconverte a residência eclesial de 1588. E na ala esquerda jaz o belo Museu Arqueológico, com três sepulturas medievais, sarcófago, aduelas, estela, pé de altar visigótico, capitéis de pilastra, pias baptismais e "tegulae" de um paço romano. O património da povoação soma ainda cruzeiros, alminhas e os vestígios da capela de S. Tomé, na encosta sul da Corujeira. Este remete a uma lenda, narrada por Teotónio da Fonseca: certos fidalgos caçavam no monte e, faltando-lhes furão, meteram o santo da capela na toca do coelho; seriam presos e jamais voltariam. O padre Alcino Pereira já remete a criação da ermida para culto das águas, ao ficar na nascente da Seara. A Câmara deve recuperar a capela e a envolvente, reactivando o culto e turismo.

A escola primária abriu a 8 de Janeiro de 1961 pelo subsecretário de Estado da Educação, Baltasar Sousa. Em 1981, com a nova estrada nacional da Varziela ao Sobrado (centro), iniciou "uma nova era", permitindo trânsito a autocarros. Nos 30 anos antes, só os carros ali chegavam de Carapeços por difíceis calçadas. O cemitério foi ampliado em 1992, foi erigido um grande reservatório de água junto de Rio Velho para combate a fogos, pavimentou-se em 1998 o caminho entre os lugares do Cruzeiro e Varziela e, em 2000, arrancou a construção da sede da Junta.



_______________________________________

JUNTA Casa mortuária precisa-se

Há 15 anos no cargo, o autarca David Vilas Boas (PSD) foca o alargamento de 2km entre os lugares da Varziela e Igreja, que abriu muitas acessibilidades para criar casas. “Todos” os domicílios têm pavimentação e “90 por cento” iluminação pública. O edil elogiou ainda o amplo pátio da igreja e cemitério e, com o padre João Antunes, pede à Câmara 600 mil euros para erigir o passal (engloba salão, salas, polivalente e, em anexo, casa mortuária): “Creio que se fará num próximo mandato”.
Quer também “completar” a rede de abastecimento de água (“falta 20 por cento”) e de saneamento, que “deve iniciar este ano”, além de planear um descampado multiusos com campo de futebol, parqueamento e área de eventos. O jardim-de-infância custou 300 mil euros e abre em 2009/10 para 50 crianças. Sobre o PDM, Vilas Boas sugere haver imposto para convencer a vender-se áreas de construção mais rápido, “há gente a querer fazer casa e não pode”. O social-democrata diz não ter oposição (“sou para todos, seja qual for a cor”) e tem “relação muito boa” com autarquias vizinhas.
A economia é “30 por cento” agrícola, juntando-se indústria têxtil, madeireira, construção e centro de inspecções automóvel. Os poucos licenciados laboram fora, mas vivem na terra. O povoado integra a Extensão de Saúde de Carapeços, Centro de Dia da Silva e Agrupamento de Escolas de Lijó.

___________________________________________

OPOSIÇÃO "Melhorias devem-se a nós"

O líder da oposição e cabeça de lista pelo PS na Assembleia de Freguesia (AF) afirma que houve vários melhoramentos após 2001, “mas devem-se à oposição forte, responsável e rigorosa”. “A Junta acabou por aceitar ideias nossas, como o passeio da escola, a carrinha, o jardim-de-infância – que não havia meio de abrir, embora não tenha as melhores condições – , bem como a obrigação de se construir a sede de Junta”, argumentou Joaquim Gomes ao BP.
“Tudo isto tem custos (chatices, inimizades). A gente serve o melhor que pode e sabe, numa atitude nobre. Mas a Junta faz as coisas diferentes, sem ouvir as pessoas, como poder receber o aterro sanitário”, frisou, antes de continuar: “O presidente tudo fez para que a oposição abandonasse a AF, desde as actas não condizentes à verdade, sermos mal tratados, impedirem o acesso a documentos-suporte para aprovação das Contas...”.
Joaquim Gomes vincou que a sua bancada tem sido “bastante incómoda” com o autarca: “Como é possível ele comprar um terreno e ficar com a melhor parte, vendendo a restante à Câmara para jardim-de-infância, que fica num extremo de difícil acesso e ermo, propício para assaltos e nunca ignorando casos de rapto e abusos, nunca tendo sido apresentado em AF qual o seu local e preço?”.

___________________________________________

GDR LEOCADENSES Ricardo para sempre

A época 2007/08 foi a melhor de sempre para os seniores masculinos do Grupo Desportivo, Recreativo e Cultural Leocadenses: venceram a Taça Cidade de Barcelos, a Supertaça José Fernandes e ficaram em quarto na I Divisão do Futebol Popular. Mas a temporada actual abriu com a morte do carismático guarda-redes Ricardo (“Ruca”), num acidente laboral em Espanha. O choque foi grande e, em homenagem, o clube trocou no campeonato o verde e amarelo do equipamento pela cor preta, pelo menos até ao próximo Verão. No fim-de-semana, a equipa masculina era 2ª na Taça das Taças inter-concelhia e 12ª no Popular, enquanto a feminina de futsal ocupava o segundo lugar, três pontos atrás do Juventude S. Pedro.
O GDRC Leocadenses surgiu a 23 de Abril de 1987, tem cerca de 140 sócios e é presidido por Emanuel Cunha. Milita no Futebol Popular há seis anos, quando havia três divisões, tendo em dois anos atingido o primeiro escalão. O grande “handicap” é não haver sede ou campo – usa-se o pelado vizinho de Vilar do Monte. “São um grande desejo, mas não temos verbas para essa aventura. Vamos insistir junto da Junta e Câmara para nos apoiarem”, disse ao BP Emanuel Cunha. A instituição, com o site www.gdrl.maisbarcelos.pt, promove torneios de sueca e de malha (o segundo foi em Agosto, com 16 equipas), contando-se ainda um passeio até ao Douro.

___________________________________________

MOTOGALOS Paixão em duas rodas

Sabia que a Moto Galos – Associação Club Motard de Barcelos ajuda as autoridades na prevenção rodoviária, promove donativos a bombeiros ou instituições sociais e a cada mês de Maio organiza uma das maiores concentrações do género no Norte, com 10.000 espectadores e o emblemático desfile nocturno pela cidade de tochas na mão? O núcleo nasceu em 1997 em Varziela (Tamel Sta. Leocádia), é liderado por Joaquim Santos e possui 600 sócios,  de Mondim de Basto a Faro, de bebés a octogenários. O seu portal está em www.motogalos.bcl.pt.
O cardápio deste ano inclui o 9º Raid TT (4 de Abril), 12º Encontro Motard (8 a 10 de Maio), adesão ao Portugal Lés-a-Lés (11 a 13 de Junho), Passeio BTT em Ponte do Lima (27 de Junho), 12º aniversário do clube (5 de Julho), Moto Rali na Feira de Artesanato (31 de Julho a 8 de Agosto) e 8º Moto Rali para o Campeonato Nacional (26 e 27 de Setembro). Juntam-se idas a encontros nacionais ou galegos e palestras a sensibilizar que o motard não é acelera. O objectivo da tribo é o de sempre: sentir o espírito “liberdade, loucura, aventura”, assim São Rafael dê protecção.

___________________________________________

Designação
Vem de “minhotos”, residentes no Minho, e de “milhafrães”, por antes haver muitos milhafres; recentemente criou-se a expressão “milhotães”, alusiva à abundância de campos de milho

Brasão

Torre de vermelho lavrada de negro, aberta e frestada de  ouro. Ao topo, quatro elos em cadeia, a negro. Evoca a cristã Leocádia nascida em Toledo no século III, perseguida pelos romanos e condenada à prisão.

Dados
768 residentes
460 hectares de área
167 habitantes/km2
19 lugares
4 km até Barcelos
6 freguesias vizinhas
5 associações

Associações
- Associação de Pais
- Comissão de Festas de N. Sra. do Rosário
- GDR Leocadenses
- Grupo Coral
- Moto Galos

Junta de Freguesia
Sede: Rua da Escola, 449, 4750-703 BCL
Telefone: 253883243
Site: www.tamelsleocadia.maisbarcelos.pt
Email: tamelsleocadia.jf@maisbarcelos.pt

Cargos
Presidente AF: Francisco Costa
Presidente JF: David Vilas Boas
Secretário JF: Paulo Pombo
Tesoureiro JF: David Barbosa

Fonte: Censos 2001, ANMP, JF Tamel Sta. Leocádia

Autor: Nuno Passos
Quinta-feira, 12 de Março de 2009 - 11:21:10

Notícias relacionadas
09-08-2018: Prestar Contas!
Ver comentários  |   Comentar Imprimir  |   Voltar...
COMENTÁRIOS
Nome: Apelido:
E-mail:
*escrever até ao máximo de 1000 caracteres
Ver comentários  |   Comentar Imprimir  |   Voltar...
 
 
Termos de utilização  |  Política de privacidade  |  Contactos | Informação institucional - Lei da transparência