Fechar menu

A história dos aterros repete-se

Artigo de opinião de Francisco Fonseca, director do Barcelos Popular

A história parece repetir-se. Quando as câmaras do Vale do Cávado e do Vale do Minho construíram, em 1998, em Viana do Castelo, na freguesia de Vila Fria, o aterro sanitário para tratamento dos resíduos sólidos urbanos gerados pelas suas populações, a decisão não foi pacífica. Ninguém queria uma estrutura desta natureza à porta de casa.

Conteúdo reservado a assinantes

Assine o jornal e tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos bem como a edição em PDF conortavelmente no seu pc.

Para assinar faça login com a sua conta na àrea reservada deste site, ou clique AQUI para se registar.

Se já tiver uma assinatura em vigor, após fazer login com a sua conta terá acesso a todos os conteúdos.

Caso, após o login efectuado, ainda não tiver uma assinatura válida, poderá clicar no botão abaixo para assinar e desbloquear assim todos os conteúdos do site.

Assinar o Jornal

Opinião

Francisco Fonseca
16 de Fev de 2023 0

Outras artigos

O trigo e o joio

No passado sábado, os militantes do Partido Social...

desenvolvido por aznegocios.pt