Fechar menu

O que nasce torto…

Artigo de opinião de Rui Pedro Faria, editor-adjunto do Barcelos Popular

A grande dimensão territorial do concelho de Barcelos dificulta, e muito, a cobertura da rede de água e saneamento. Argumentando com a incapacidade de meios próprios para fazer chegar a água e saneamento público a todo o concelho em prazo razoável, a Câmara Municipal, liderada por Fernando Reis, deliberou, em 2004, concessionar a privados, pelo prazo de 30 anos, a gestão dos serviços de abastecimento de água e saneamento do concelho de Barcelos. Assim nasceu a empresa Águas de Barcelos.

Conteúdo reservado a assinantes

Assine o jornal e tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos bem como a edição em PDF conortavelmente no seu pc.

Para assinar faça login com a sua conta na àrea reservada deste site, ou clique AQUI para se registar.

Se já tiver uma assinatura em vigor, após fazer login com a sua conta terá acesso a todos os conteúdos.

Caso, após o login efectuado, ainda não tiver uma assinatura válida, poderá clicar no botão abaixo para assinar e desbloquear assim todos os conteúdos do site.

Assinar o Jornal

Opinião

Rui Faria
23 de Fev de 2023 0

Outras artigos

O trigo e o joio

No passado sábado, os militantes do Partido Social...

desenvolvido por aznegocios.pt